Unknown macro: {center}
Portal OpenBus

OpenBus 1.5
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Instalação de um barramento

Instalação assistida

  1. Obter um pacote de instalação do perfil fulladmin na página Download, de acordo com a plataforma desejada
  2. Instalar o tecmake e importar as suas variáveis de ambiente no shell
  3. Seguir o passo-a-passo simplificado conforme explicado no documento sobre o Assistente de Instalação. Em casos de dúvidas, nessa mesma página existe um exemplo completo que ilustra o uso do instalador.

Instalação manual

  1. Obter um pacote de instalação do perfil fulladmin na página Download, de acordo com a plataforma desejada
  2. Instalar o tecmake e importar as suas variáveis de ambiente no shell
  3. Extrair o pacote de instalação numa pasta desejada

Execução de um barramento

  1. É requisito ter as variáveis de ambiente do tecmake já configuradas no shell
  2. Definir a variável de ambiente OPENBUS_HOME para o caminho da extração do pacote
  3. Entrar na subpasta core/bin
  4. Lançar os serviços básicos:
    1. Serviço de Controle de Acesso:

      ./run_access_control_server.sh &
      
    2. Serviço de Registro:

      ./run_registry_server.sh &
      
    3. Serviço de Sessão:

      ./run_session_server.sh &
      

Para estes casos, se você estiver executando o barramento sem modificar as configurações de IP e PORTA presentes nos arquivos na subpasta data/conf, por padrão, o Serviço de Controle de Acesso e o Serviço de Registro estarão usando o hostname localhost e as portas 2089 e 2059, respectivamente. O Serviço de Sessão usa porta aleatória. Se for desejado, é possível alterar estas portas sem alterar os arquivos. Vide os comandos opcionais descritos a seguir.

Comandos opcionais

--help                   : exibe as opções de comando
--verbose (v)            : liga o modo de VERBOSE (isto é, mostra os comandos do sistema de baixo nível)
--port=<número_da_porta> : define a porta do serviço

OBS: O prefixo '--' é opcional em todas as opções.

Instruções avançadas para administradores

Segue abaixo uma lista de páginas úteis a administradores de um barramento:

  1. Geracao de Chaves e Certificados Digitais
  2. Guia de inicializacao do Openbus
  3. Rotacao dos logs do Openbus

Desinstalação de um barramento

  1. Parar os serviços básicos:
    1. Caso o administrador utilize o script de inicialização, basta executá-lo passando o parâmetro stop. Exemplo:

      # Considerando que o script de inicialização está em /etc/init.d/openbus, faça:
      /etc/init.d/openbus stop
      
    2. Alternativamente, se o administrador não utiliza scripts de inicialização ele precisa parar os 3 processos manualmente!
  2. Remover o diretório de instalação. Exemplo:

    # Considerando que o diretório seja /opt/openbus-1.4.2
    rm -rf /opt/openbus-1.4.2
    
  3. Remover as configurações de sistema relacionadas a rotação dos logs, as tarefas agendadas e os scripts de inicialização. É importante observar que nem todo barramento instalado usa todas essas configurações e que isso é responsabilidade do administrador decidir se quer usar ou não. Exemplos:
    1. Caso esteja-se usando o rotacionamento dos logs, basta apagar as configurações do OpenBus ou no arquivo /etc/logrotate.conf ou em um arquivo dentro da pasta /etc/logrotate.d (essas localizações podem variar de acordo com versão do logrotate usado).
    2. Caso esteja-se usando o agendamento do cron para reiniciar o barramento em caso de erro, será preciso remover aquelas configurações do /etc/crontab ou do /etc/cron.d (em algumas versões mais novas do cron usa-se as pastas /etc/cron.daily, /etc/cron.weekly e /etc/cron.mothly).
    3. Caso esteja-se usando os scripts de inicialização será preciso removê-los também. O nome desses scripts também é definido pelo administrador no momento da instalação, mas tipicamente é /etc/init.d/openbus ou /etc/init.d/openbus-<versao>.

Instalação de SDK para desenvolvimento C++

No caso do desenvolvimento para Orbix, basta instalar o pacote da seguinte forma:

  1. Certifique-se de ter o Orbix 6.3 instalado
  2. Obtenha o pacote develorbix a partir da página de Download
  3. Extraia o pacote obtido numa pasta de sua preferência. Exemplo:

    mkdir $HOME/develorbix
    tar xzf openbus-OB_v1_04_02_2009_09_09-develorbix-Linux26g4.tar.gz -C $HOME/develorbix
    
  4. Considerando que você tenha o Orbix instalado na pasta /opt/iona, altere os seguintes arquivos:
    1. se seu shell for KSH, altere a variável ORBIX_HOME para /opt/ionadentro do arquivo:

      $HOME/develorbix/tools/shell/sample-domain_env.ksh
      
    2. se seu shell for CSH, altere a variável ORBIX_HOME para /opt/ionadentro do arquivo:

      $HOME/develorbix/tools/shell/sample-domain_env.csh
      
  5. Inclua as variáveis de ambiente pré-definidas no seu shell. Exemplo:
    1. no shell CSH, altere o arquivo $HOME/.cshrc (ou $HOME/.login):

      setenv OPENBUS_HOME "$HOME/develorbix"
      # incluindo variaveis para compilacao (LD_LIBRARY_PATH, CPATH)
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/cshrc
      # incluindo variaveis do orbix
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/sample-domain_env.csh
      
    2. no shell KSH, altere o arquivo $HOME/.kshrc (ou $HOME/.profile):

      export OPENBUS_HOME=$HOME/develorbix
      # incluindo variaveis para compilacao (LD_LIBRARY_PATH, CPATH)
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/kshrc
      # incluindo variaveis do orbix
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/sample-domain_env.ksh
      
  6. Reinicie seu aplicativo de terminal (ou logue novamente no console, se estiver remotamente)

Assim você terá definido as variáveis LD_LIBRARY_PATH, LIBRARY_PATH, CPATH, OPENBUS_HOME, ORBIX_HOME e outras necessárias ao Orbix (como a IT_LICENSE_FILE).


Copyright (c) 2006-2012 Tecgraf/PUC-Rio. All rights reserved. See OpenBus License page for more details.


Write a comment…