Versions Compared

Key

  • This line was added.
  • This line was removed.
  • Formatting was changed.

...

Section
Panel
bgColorwhite
borderStylenone

O OpenBus é um middleware para integrar sistemas corporativos através de uma arquitetura orientada a serviços. Esses sistemas podem estar desenvolvidos em diferentes linguagens e ser específicos de plataforma (Linux, Solaris, Windows, MacOSX ou outras). O OpenBus é composto por:

  • infraestrutura que oferece comunicação remota eficiente entre as pontas, catálogo de serviços, mecanismo para auditoria nas transações distribuídas, controle de acesso e diferentes níveis de segurança;
  • bibliotecas de desenvolvimento (em diferentes linguagens) para a criação de novos serviços a serem integrados através do OpenBus;
  • um conjunto de aplicações de exemplo;
  • utilitários de apoio à implantação de ambos: o middleware e novos serviços desenvolvidos para esse.

A infraestrutura mínima do OpenBus é representada pelo seu núcleo principal, que é composto por um barramento de comunicação e serviços essenciais, denominados serviços núcleo. Além do núcleo do barramento, a arquitetura OPENBUS também define um conjunto de elementos adicionais que fornecem outras facilidades importantes, tais como bibliotecas e serviços extras.

Essencialmente o OpenBus é dividido em três partes:

  • Núcleo do barramento (Core): é composto por um barramento de comunicação e serviços essenciais, denominados serviços núcleo. Os serviços núcleo são oferecidos pelo próprio barramento e tipicamente acessados através da API da Biblioteca de Acesso.
  • Serviços Extras: Serviços que acrescentam funcionalidades para auxiliar a integração entre serviços e aplicações, mas que não são parte do nu ́cleo núcleo do barramento. 
  • Biblioteca de Acesso: Biblioteca de programação que implementa a API do OpenBus. O projeto OpenBus oferece implementações dessa biblioteca nas linguagens Lua, Java, C++ e C#.

Uma característica importante do barramento OpenBus é que ele mantém compatibilidade com a API da versão imediatamente anterior. Ou seja, mesmo que a versão do barramento evolua, os clientes (serviços e aplicações) ainda conseguem acessar o barramento utilizando bibliotecas de acesso de uma versão anterior. O OpenBus utiliza um esquema de versionamento com quatro números, no formato A.B.C.D. Sendo assim, o barramento 2.0 permite a realização de acesso utilizando as bibliotecas de acesso de versão 1.5.x, onde x pode assumir qualquer valor de C.D.  

HTML
<div style="text-align:center; padding:20px; min-width: 600px;">
<a class="roundbox hot" style="color: #fff; text-decoration: none;" href="https://jira.tecgraf.puc-rio.br/confluence/display/OPENBUS020">OpenBus 2.0</a>
&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;
<a class="roundbox warm" style="color: #fff; text-decoration: none;" href="https://jira.tecgraf.puc-rio.br/confluence/display/OPENBUS015">OpenBus 1.5</a>
</div>  

...