Versions Compared

Key

  • This line was added.
  • This line was removed.
  • Formatting was changed.
Comment: Migrated to Confluence 5.3

Instalação de um barramento

Instalação assistida

  1. Obter um pacote de instalação do perfil fulladmin na página Download, de acordo com a plataforma desejada
  2. Instalar o tecmake e importar as suas variáveis de ambiente no shell
  3. Seguir o passo-a-passo simplificado conforme explicado no documento sobre o Assistente de Instalação. Em casos de dúvidas, nessa mesma página existe um exemplo completo que ilustra o uso do instalador.

Instalação manual

  1. Obter um pacote de instalação do perfil fulladmin na página Download, de acordo com a plataforma desejada
  2. Instalar o tecmake e importar as suas variáveis de ambiente no shell
  3. Extrair o pacote de instalação numa pasta desejada

Execução de um barramento

  1. É requisito ter as variáveis de ambiente do tecmake já configuradas no shell
  2. Definir a variável de ambiente OPENBUS_HOME para o caminho da extração do pacote
  3. Entrar na subpasta core/bin
  4. Lançar os serviços básicos:
    1. Serviço de Controle de Acesso:

      Code Block
      ./run_access_control_server.sh &
      
    2. Serviço de Registro:

      Code Block
      ./run_registry_server.sh &
      
    3. Serviço de Sessão:

      Code Block
      ./run_session_server.sh &
      

Para estes casos, se você estiver executando o barramento sem modificar as configurações de IP e PORTA presentes nos arquivos na subpasta data/conf, por padrão, o Serviço de Controle de Acesso e o Serviço de Registro estarão usando o hostname localhost e as portas 2089 e 2059, respectivamente. O Serviço de Sessão usa porta aleatória. Se for desejado, é possível alterar estas portas sem alterar os arquivos. Vide os comandos opcionais descritos a seguir.

Comandos opcionais

Code Block
languagenone
--help                   : exibe as opções de comando
Code Block
languagenone
--verbose (v)            : liga o modo de VERBOSE (isto é, mostra os comandos do sistema de baixo nível)
Code Block
languagenone
--port=<número_da_porta> : define a porta do serviço

OBS: O prefixo '--' é opcional em todas as opções.

Instruções avançadas para administradores

Segue abaixo uma lista de páginas úteis a administradores de um barramento:

  1. Geracao de Chaves e Certificados Digitais
  2. Guia de inicializacao do Openbus
  3. Rotacao dos logs do Openbus

Desinstalação de um barramento

  1. Parar os serviços básicos:
    1. Caso o administrador utilize o script de inicialização, basta executá-lo passando o parâmetro stop. Exemplo:

      Code Block
      languagenone
      # Considerando que o script de inicialização está em /etc/init.d/openbus, faça:
      /etc/init.d/openbus stop
      
    2. Alternativamente, se o administrador não utiliza scripts de inicialização ele precisa parar os 3 processos manualmente!
  2. Remover o diretório de instalação. Exemplo:

    Code Block
    languagenone
    # Considerando que o diretório seja /opt/openbus-1.4.2
    rm -rf /opt/openbus-1.4.2
    
  3. Remover as configurações de sistema relacionadas a rotação dos logs, as tarefas agendadas e os scripts de inicialização. É importante observar que nem todo barramento instalado usa todas essas configurações e que isso é responsabilidade do administrador decidir se quer usar ou não. Exemplos:
    1. Caso esteja-se usando o rotacionamento dos logs, basta apagar as configurações do OpenBus ou no arquivo /etc/logrotate.conf ou em um arquivo dentro da pasta /etc/logrotate.d (essas localizações podem variar de acordo com versão do logrotate usado).
    2. Caso esteja-se usando o agendamento do cron para reiniciar o barramento em caso de erro, será preciso remover aquelas configurações do /etc/crontab ou do /etc/cron.d (em algumas versões mais novas do cron usa-se as pastas /etc/cron.daily, /etc/cron.weekly e /etc/cron.mothly).
    3. Caso esteja-se usando os scripts de inicialização será preciso removê-los também. O nome desses scripts também é definido pelo administrador no momento da instalação, mas tipicamente é /etc/init.d/openbus ou /etc/init.d/openbus-<versao>.

Instalação de SDK para desenvolvimento C++

No caso do desenvolvimento para Orbix, basta instalar o pacote da seguinte forma:

  1. Certifique-se de ter o Orbix 6.3 instalado
  2. Obtenha o pacote develorbix a partir da página de Download
  3. Extraia o pacote obtido numa pasta de sua preferência. Exemplo:

    Code Block
    mkdir $HOME/develorbix
    tar xzf openbus-OB_v1_04_02_2009_09_09-develorbix-Linux26g4.tar.gz -C $HOME/develorbix
    
  4. Considerando que você tenha o Orbix instalado na pasta /opt/iona, altere os seguintes arquivos:
    1. se seu shell for KSH, altere a variável ORBIX_HOME para /opt/ionadentro do arquivo:

      Code Block
      $HOME/develorbix/tools/shell/sample-domain_env.ksh
      
    2. se seu shell for CSH, altere a variável ORBIX_HOME para /opt/ionadentro do arquivo:

      Code Block
      $HOME/develorbix/tools/shell/sample-domain_env.csh
      
  5. Inclua as variáveis de ambiente pré-definidas no seu shell. Exemplo:
    1. no shell CSH, altere o arquivo $HOME/.cshrc (ou $HOME/.login):

      Code Block
      none
      none
      setenv OPENBUS_HOME "$HOME/develorbix"
      # incluindo variaveis para compilacao (LD_LIBRARY_PATH, CPATH)
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/cshrc
      # incluindo variaveis do orbix
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/sample-domain_env.csh
      
    2. no shell KSH, altere o arquivo $HOME/.kshrc (ou $HOME/.profile):

      Code Block
      none
      none
      export OPENBUS_HOME=$HOME/develorbix
      # incluindo variaveis para compilacao (LD_LIBRARY_PATH, CPATH)
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/kshrc
      # incluindo variaveis do orbix
      source $OPENBUS_HOME/tools/shell/sample-domain_env.ksh
      
  6. Reinicie seu aplicativo de terminal (ou logue novamente no console, se estiver remotamente)

Assim você terá definido as variáveis LD_LIBRARY_PATH, LIBRARY_PATH, CPATH, OPENBUS_HOME, ORBIX_HOME e outras necessárias ao Orbix (como a IT_LICENSE_FILE).